Viver

Cineasta com ligações a Leiria estreia documentário sobre Amadeo de Souza-Cardoso

21 abr 2016 00:00

O documentário de Christophe Fonseca, intittulado Amadeo de Souza-Cardoso, o último segredo da arte moderna, passou ontem à noite na RTP

cineasta-com-ligacoes-a-leiria-estreia-documentario-sobre-amadeo-de-souza-cardoso-3818
Jacinto Silva Duro

O mais recente documentário de Christophe Fonseca (na foto) , cineasta nascido em Paris, filho e neto de emigrantes naturais de Leiria, estreou, na semana passada, em Lisboa. Intitulado Amadeo de Souza-Cardoso, o último segredo da arte moderna, o filme contou, nesta primeira exibição, com casa cheia.

Foram, segundo dados da Imagina Produções, mais de 1200 pessoas que marcaram presença na plateia do Grande Auditório da Gulbenkian, para a estreia mundial do filme sobre o pintor, que será exibido em mais de 180 países.

Ontem, dia 20, o documentário estreou em televisão, tendo passado na RTP1.

Em declarações recentes ao JORNAL DE LEIRIA, Christophe Fonseca explicava que a oportunidade para a realização do filme partiu de um convite da Fundação Calouste Gulbenkian, com quem trabalha “há vários anos” e que está também a apoiar o projecto.

“O filme é uma narrativa biográfica, sobre uma vida que parece ficção. As pesquisas estão a permitir descobrir elementos novos. Por exemplo, foi descoberta uma nova obra de Amadeu de Souza-Cardoso”, conta o realizador, de 38 anos, frisando que o documentário pretende “dar a conhecer o trabalho do artista em Portugal, em França e no mundo”.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.