Saúde

Centro Hospitalar de Leiria distinguido com dois prémios (ACTUALIZAÇÃO)

20 mar 2019 00:00

As distinções serão entregues amanhã, dia 21 de Março, pelas 16 horas.

centro-hospitalar-de-leiria-distinguido-com-dois-premios-actualizacao-10016
Jacinto Silva Duro

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) vai ser distinguido com o prémio Entidade com mais utilizadores na plataforma de e-learning da Academia SPMS, na terceira edição Portugal eHealth Summit.

O CHL vai ainda receber o prémio Iniciativa inovadora de telessaúde, atribuído ao projecto de Telerreabilitacão, desenvolvido pelo Serviço de Medicina Física e Reabilitação.

A entrega das distinções decorre amanhã, dia 21, no Palco Summit 1, no PT Meeting Center, e contará com a presença de Alexandra Borges, vogal do Conselho de Administração do CHL. «

"Uma das grandes apostas do CHL é a formação dos nossos colaboradores, e a formação aliada à inovação e às tecnologias como forma de alargar e facilitar o acesso a todos à qualificação e especialização contínuas", refere a administradora Alexandra Borges, citada numa nota de imprensa.

A plataforma proporciona uma formação personalizada, com flexibilidade em termos de tempo e de espaço, em que o formador e o formando não se encontram fisicamente no mesmo local, mas estão ligados através da rede.

"Cremos que em 2019 poderemos incrementar ainda mais a utilização da plataforma, tendo em conta a resposta que temos tido, e a procura de novas qualificações dos nossos colaboradores", explicou Alexandra Borges.

O projecto de Telerreabilitação, pioneiro no País, consiste numa plataforma de telerreabilitação para a patologia osteoarticular crónica do joelho e do ombro, uma solução integrada para reabilitar utentes com uma das patologias crónicas mais comuns, bem como uma das principais causas de dor e incapacidade nos adultos, explica a nota do hospital. 

Para Alexandra Borges, "além da qualidade dos cuidados, há outros aspectos que este programa beneficia, como a abrangência dos cuidados, já que nos permite chegar a mais pessoas, e também garantir-lhes o conforto de poderem desenvolver a terapia nas suas casas, acompanhados a todo o momento por profissionais de reabilitação".

"É também a demonstração de que a inovação acontece no sector público e num hospital público como é o CHL. O que diferencia este projeto e o torna verdadeiramente inovador é, mais do que a tecnologia, uma forma diferente e pioneira de organização de cuidados, criando circuitos diferentes, e conseguindo de uma forma muito harmoniosa e eficaz integrar os cuidados hospitalares, os cuidados de saúde primários e uma empresa do sector privado", salienta.

O CHL, no âmbito do seu vasto programa de formação interna dos seus colaboradores, realizou em 2018 acções através da plataforma de e-learning que abrangeram mais de 1.300 profissionais, sendo que em Abril iniciará uma nova ação, de Segurança e Saúde no Trabalho, para duas centenas de profissionais, refere o hospital na mesma nota.

Integrado no processo da transformação digital em curso na administração pública portuguesa, a “Portugal eHealth Summit” traduz-se numa iniciativa diferenciadora de dimensão internacional, sendo a maior cimeira de inovação, tecnologia e saúde realizada em contexto nacional.