Sociedade

Caravelas portuguesas fecham praia de São Martinho do Porto

28 ago 2019 00:00

Capitania do Porto da Nazaré recorda que o contacto com o animal pode provocar queimaduras químicas graves

caravelas-portuguesas-fecham-praia-de-sao-martinho-do-porto-10621

A praia de São Martinho do Porto (Alcobaça) foi interditada a banhos por tempo indeterminado devido à presença de caravelas portuguesas. Estão marcados testes para as 10 horas de hoje, para averiguar se a praia se deve manter interdita.

Estes seres com consistência gelatinosa e que flutuam na água devido a uma bexiga de ar, possuem tentáculos extremamente urticantes que já causaram queimaduras num banhista, divulgou ontem, dia 27 de Agosto de 2019, em comunicado a Capitania do Porto da Nazaré.

“Hoje registaram-se vários avistamentos de caravelas portuguesas que levaram a que fosse hasteada a bandeira vermelha e interditados os banhos na praia de São Martinho e na praia de Salir do Porto.”

De acordo com o comandante da Capitania do Porto da Nazaré, Paulo Jorge Agostinho, em declarações à Agência Lusa, a vítima, “um senhor que se encontrava a banhos”, foi transportado para o Hospital das Caldas da Rainha “com queimaduras com alguma dimensão”.

A Capitania do Porto da Nazaré acrescentou que a interdição dos banhos irá manter-se por tempo indeterminado, até deixarem de ser avistadas caravelas-portuguesas naquela praia.

O responsável pela capitania assegurou ainda que “a praia está a ser monitorizada por nadadores-salvadores que estão a prestar esclarecimentos aos veraneantes a e aconselhar” o seu não manuseamento.

O aparecimento da espécie caravela-portuguesa, que era rara até há alguns anos, acentuou-se e tem-se registado em várias praias da área da Capitania do Porto da Nazaré, nomeadamente nas praias de São Pedro de Moel (concelho da Marinha Grande) e Paredes da Vitória (Alcobaça) e também mais a norte, chegando mesmo à Praia do Osso da Baleia (Pombal).

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.