Sociedade

Batalha investe 350 mil euros para eliminar barreiras arquitectónicas

3 fev 2020 17:31

Criação de passeios e a instalação de pavimento táctil e de pilaretes de protecção as peões são algumas das intervenções a fazer pela Câmara.

batalha-investe-350-mil-euros-para-eliminar-barreiras-arquitectonicas

O Município da Batalha anunciou, hoje, o investimento de cerca de 350 mil de euros para eliminar barreiras urbanísticas e arquitectónicas em vários pontos do concelho. O objectivo é promover "condições de mobilidade e acessibilidade" e demonstrar uma "nova consciência" no planeamento urbanístico, explica uma nota de imprensa da Câmara.

 
Citado por aquele comunicado, o presidente da Câmara, Paulo Batista Santos, adianta que este investimento se insere num “plano de mobilidade sustentável e de valorização da utilização do espaço público pelos peões” que o município está a desenvolver. 


O objectivo, explica o autarca, é “criar condições para a utilização de novos meios de mobilidade, como os modos suaves, as bicicletas, mas sobretudo centrado na acessibilidade de pessoas portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida".


Entre as intervenções contempladas está a remodelação de passeios no centro histórico da vila, que se encontra em fase final de execução. Esta empreitada abrange a área envolvente ao Mosteiro da Batalha e envolve a eliminação de degraus e a demarcação de zonas pedonais, “com protecção e peões e piso adaptado”.


Seguir-se-á uma nova empreitada para implementação de pavimento táctil e instalação de pilaretes de protecção, também na vila da Batalha, já adjudicada por 101 mil euros, e a requalificação do Largo da Praça da Fonte, no Reguengo do Fetal. Intervenções que, segundo o presidente da Câmara, pretendem “ordenar o espaço para o automóvel e criar mais condições de segurança para os peões".


Segundo o autarca, o Município tenciona, no futuro, alargar esta tipologia de intervenções a outros espaços. “É uma nova consciência que se quer introduzir no conjunto do planeamento urbanístico para valorizar a fruição dos espaços públicos pelos cidadãos e milhares de turistas que visitam a Batalha", defende o autarca. 

EVENTOS