Sociedade

“Agora há pratos, mas são outros”

17 fev 2019 00:00

O Dj MauMau “aposentou-se” para se dedicar ao turismo

agora-ha-pratos-mas-sao-outros-9858
Daniela Franco Sousa

Foi MauMau durante mais de 25 anos, mas despiu a camisola de Dj e deixou de mexer nos pratos e de dar música pela noite dentro, para tratar de outros pratos, refeições e alojamento local para os turistas.

Mauro Pereira nasceu na Marinha Grande. E como quase todos aqueles que nasceram nos anos 70, Mauro tem, entre outras bandas preferidas, grupos míticos como Depeche Mode, New Order, Joy Division, Pixies ou Nirvana.

Sempre gostou muito de música, mas foi há 25 anos, talvez um pouco mais, que passou para o lado de dentro do balcão, no Cabana Bar, também na Marinha Grande, e que começou a passar os primeiros discos. O bichinho instalava- se ali. E de que maneira. Passou a ser o homem dos discos daquele bar durante dois anos.

E dali passou para um outro espaço de diversão nocturna, com muito mais público, uma grande responsabilidade. Tratava- se do Snoobar, em São Pedro de Moel, discoteca onde o Dj MauMau escolheu as músicas durante dez anos.

Depois desse período os discos estiveram em pausa. Mauro Pereira trabalhou em bares, em empresas de plásticos, até que resolveu apostar num outro prazer. Foi fazer o curso de Cozinha na Escola Profissional e Artística da Marinha Grande e essa foi a rampa de lançamento para começar a trabalhar na área da restauração, em Lisboa. A cozinha, no Vasco da Gama e no Mercado da Ribeira - Time Out Market, foi o seu mundo durante seis anos.

Mas ao trabalhar em Lisboa, Mauro não foi capaz de evitar o impulso de passar música pela capital. E foram vários os bares por onde passou. Desde a Pensão Amor, passando pelo Roterdão Club, até ao Santiago Alquimista.

Mas hoje, aos 42 anos, uma outra actividade chegou para se impor sobre quase todas as outras. Chama-se Studios with Mezzanine e é um negócio de alojamento local que Mauro Pereira tem vindo a desenvolver com a sua namorada, também em Lisboa. Gerir vários espaços disponíveis para arrendamento aos turistas ocupa, e muito, o tempo do Dj que, por agora, se aposentou das lides nocturnas.

Sente falta de “ler o público, de conviver com gente de vários estilos, de ver as pessoas felizes naquele ambiente de noite”. Mas reconhece que trabalhar no turismo, no centro de Lisboa, lhe permite continuar a cultivar esse prazer do convívio e com pessoas das mais diversas origens. A dedicação aos turistas reserva-lhe hoje muito menos tempo para se deslocar até Marinha Grande.

E os seus objectivos estão agora diferentes. Uma das suas prioridades passam hoje por alcançar a melhor classificação no booking. com, salienta Mauro Pereira.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.