Sociedade

Acabaram-se os casamentos no castelo de Porto de Mós

22 mar 2020 12:23

Novo regulamento pretende restringir uso do monumento para realização de eventos.

acabaram-se-os-casamentos-no-castelo-de-porto-de-mos
Maria Anabela Silva

Se sonhava casar no castelo de Porto de Mós, cuja arquitectura faz lembrar um palácio de princesas, esqueça. O novo regulamento, cuja proposta foi aprovada na semana passada em reunião de Câmara, vai acabar com a possibilidade de realizar esse tipo de cerimónias no espaço, que está classificado como monumento nacional.

“Acabaram-se os casamentos no castelo”, sentenciou o presidente da Câmara, Jorge Vala, durante a discussão do assunto pelo executivo. Frisando que no actual mandato não foi celebrada qualquer boda no local, o vereador da Cultura, Eduardo Amaral, explicou que a alteração ao regulamento pretende, sobretudo, “clarificar” o tipo de eventos que podem ser realizados no castelo, de forma a “valorizar” e “dignificar” o monumento.

Segundo o vereador, ficam proibidos certames que impliquem a confecção de comida ou a pernoita no local e restringem-se os eventos de carácter privado. De acordo com a proposta de regulamento, que vai ainda ser sujeita a discussão pública por um período de 30 dias, podem ser realizados no castelo “eventos de carácter cultural e científico desenvolvidos pelo município”, isoladamente ou em parceria, ou por iniciativa de terceiros, onde se incluem actividades ou cerimónias que promovam o monumento e o concelho e “actos protocolares de interesse público”.

O regulamento prevê também a

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO