Sociedade

A herança que Gonçalo Lopes recebe de Raul Castro

12 set 2019 00:00

O pavilhão multiusos, a conclusão do topo Norte do estádio ou a requalificação da Av. Heróis de Angola são alguns dos processos difíceis herdados pelo novo presidente da Câmara, Gonçalo Lopes.

a-heranca-que-goncalo-lopes-recebe-de-raul-castro-10664
Maria Anabela Silva

Quase a meio do mandato autárquico, Gonçalo Lopes assumiu a presidência da Câmara de Leiria, por força da saída de Raul Castro, que encabeça a lista do PS à Assembleia da República pelo distrito e que irá assumir o cargo de deputado.

Com esta saída, Gonçalo Lopes 'herdou' a liderança da Câmara, com uma situação financeira confortável – bem diferente daquela que Raul Castro encontrou em 2009, quando ganhou, pela primeira vez, a Câmara -, mas herdou também processos difíceis, que, nos últimos anos, fizeram correr muita tinta e que, em alguns casos, foram alvo de polémica e contestação.

É disso exemplo o pavilhão multiusos, agora denominado por Centro de Actividades Municipal, a conclusão do topo Norte do estádio, a requalificação da Avenida Heróis de Angola ou a eventual pedonalização de ruas no centro histórico. No caso da Heróis de Angola, a necessidade de obra é consensual, mas o tipo de intervenção a fazer já suscitou e prevê-se que continue a suscitar muita discussão, nomeadamente, em torno da sua pedonalização e eventual cobertura, como defendia Raul Castro.

Para já, estão a ser elaborados os projectos para a primeira fase da intervenç ão, que abrangerá as infra-estruturas, sendo que a Câmara já encomendou também projectos de execução da cobertura parcial da avenida.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO