Sociedade

12% da população vai quatro ou mais vezes às urgências por ano

22 out 2018 00:00

Sobreutilização dos serviços tem “custos brutais” para os hospitais.

12-da-populacao-vai-quatro-ou-mais-vezes-as-urgencias-por-ano-9382
Maria Anabela Silva

Cerca de 12% dos portugueses vai quatro ou mais vezes, por ano, às urgências hospitalares. Os dados constam de um estudo da autoria de Inês Catarino, engenheira biomédica, apresentado durante o XIII Encontro de Enfermagem do Centro Hospitalar de Leiria (CHL), segundo o qual, os utentes com menos de cinco e mais de 80 anos têm maior probabilidade de serem utilizadores frequentes das urgências (quatro ou mais deslocações por ano).

De acordo com o estudo, elaborado a partir da base de dados da Administração Central dos Sistemas de Saúde relativa a admissões nas urgências hospitalares nos anos de 2014 e 2015, “os utentes frequentes nas urgências são também frequentes nos cuidados primários”, embora isso ocorram com menor frequência entre aqueles que têm médico de família atribuído.

Por outro lado, entre os utentes que estão isentos de taxas moderadoras “aumenta a probabilidade de uma utilização abusiva” dos serviços de urgências. Inês Catarino frisa, contudo, que tal pode acontecer “não só por não haver custos associados, mas por os utentes terem patologias que implicam “a necessidade real de recorrer à urgência”.

Segundo o estudo, a doença pulmonar obstrutiva crónica, o VHIV/Sida e o consumo de álcool “são os problemas que mais aumentam a probabilidade de existir utilização frequente das urgências”.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO
EVENTOS