Economia

UEpro quer transferir unidade de Alcobaça para a Marinha Grande

26 nov 2017 00:00

Empresa reforça aposta no sector aeronáutico

uepro-quer-transferir-unidade-de-alcobaca-para-a-marinha-grande-7647
Daniela Franco Sousa

A celebrar 20 anos de actividade, a UEpro, fornecedora de moldes de injecção, quer reforçar a sua aposta no sector da aeronáutica e transferir a sua unidade da Martingança (Alcobaça) para o concelho da Marinha Grande. O projecto custa cerca de 1,1 milhões de euros e deverá estar concluído até ao final de 2018.

De acordo Idálio Silva, CEO da empresa, a UEpro tem vindo desde há alguns anos a trabalhar com peças de injecção em polyether ether ketone (PEEK) aplicadas ao sector aeronáutico. No entanto, esta empresa de cariz comercial, que opera com base na subcontratação de serviços de fabrico e de injecção de moldes, quer agora criar o seu próprio centro de testes e de produção de peças com recurso à injecção em PEEK e noutros materiais

O objectivo é reforçar a sua actividade no campo da aeronáutica, que nos últimos seis anos representou, em média, cerca de 25% do seu trabalho, especifica o CEO.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO