Sociedade

Reciclagem na região atinge segundo valor mais alto de sempre

8 fev 2019 00:00

Esforço selectivo nos concelhos de Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto de Mós permitiu poupar 72 mil árvores

reciclagem-na-regiao-atinge-segundo-valor-mais-alto-de-sempre-9843
Maria Anabela Silva

Foi um bom ano para a reciclagem na região. A quantidade de resíduos recolhidos selectivamente nos concelhos abrangidos pela Valorlis (Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto de Mós) atingiu o segundo valor mais elevado desde que o sistema foi criado, em 1996.

No último ano, foram enviadas para a reciclagem 11.141 toneladas de resíduos, o que representa um aumento de 11% (mais 1100 toneladas) face a 2017. É preciso recuar até 2010 para encontrar um número superior. Nesse ano, o sistema recolheu 12.600 toneladas, o valor mais alto de sempre registado pela Valorlis.

Foi no papel e cartão que houve o maior aumento. De acordo com dados divulgados pela Valorlis, no ano passado recolheram-se nos seis concelhos 4.858 toneladas desse material, valor que traduz um aumento de 15% (mais 549 toneladas) em relação a 2017.

Também nos ecopontos amarelos, que fazem a recolha das embalagens de plástico e de metal, houve, no último ano, um aumento de material depositado, com a recolha de 2.035 toneladas, ou seja, mais 378 do que em 2017.

No vidro, a subida foi menos significativa. Mesmo assim, recolheram- se 4.248 toneladas (mais 173 em comparação com o ano anterior).

Este esforço de recolha selectiva permitiu evitar o abate de 72 mil árvores e reciclar vidro suficiente para produzir cerca de 12,1 milhões de garrafas de 0,75 litros e metal para fabricar mais de 8,5 milhões de latas de 0,33 litros.

 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO