Economia

Plastivaloire investe 8,7 milhões em linha de pintura robotizada

16 ago 2018 00:00

Empresa da Marinha Grande tem novos projectos para sector automóvel

plastivaloire-investe-87-milhoes-em-linha-de-pintura-robotizada-9097
Raquel de Sousa Silva

A Plastivaloire Marinha Grande está a terminar a instalação de uma nova linha de pintura robotizada, na fábrica dois, situada na zona industrial de Casal da Lebre. O investimento, de 8,7 milhões de euros, justifica-se com o início de novos projectos de várias marcas de automóveis, para os quais a empresa vai fornecer peças.

Gustavo Soares, director comercial, explicou ao JORNAL DE LEIRIA que a partir de Outubro deste ano vários novos projectos terão início na empresa. É o caso da segunda fase do Renault Kadjar, do Megane 4 ou do Nissan Juke. Mas o mais significativo é o Peugeot 2008, para o qual a PVL Marinha Grande (antiga Bourbon) irá fornecer peças para o interior mas, sobretudo, peças exteriores de grandes dimensões, pintadas na cor da carrossaria.

“Precisamos de uma linha de pintura da dimensão da que instalámos devido ao volume e ao tamanho das peças, sobretudo as do Peugeot 2008, mas também devido aos outros projectos automóveis que aí vêm”. No caso desta marca francesa, vão ser produzidas mais de mil peças por dia, a maioria de grande dimensão.

“A linha vai trabalhar mais de 16 horas por dia, todos os dias”. Os ensaios começam ainda este ano e as primeiras peças terão de ser entregues em 2019, logo no arranque do projecto Peugeot 2008. O investimento contemplou construção civil, armazém e a linha em si mesma, que “vai ser a mais avançada” do Grupo Plastivaloire. Incorporatecnologia inovadora para poupança de tinta e para tratamento das emissões poluentes, adiantou Florbela Domingues.

A directora financeira revelou que a empresa da Marinha Grande tinha anteriormente investido mais de um milhão de euros na unidade um, situada igualmente na zona industrial de Casal da Lebre, e que a seguir à nova linha de pintura robotizada vai investir 1,3 milhões em máquinas de injecção. Por outro lado, tem havido apostas constantes na eficiência energética, adiantaram os responsáveis.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO