Sociedade

Mais de quatro décadas a lapidar a vida associativa

23 set 2017 00:00

Arménio Rodrigues,o ex-lapidário que dirigiu inúmeros clubes da Marinha Grande

mais-de-quatro-decadas-a-lapidar-a-vida-associativa-7161
Daniela Franco Sousa

Humildade e boa disposição fizeram de Arménio Rodrigues um profissional, um chefe e um dirigente associativo reconhecido e respeitado na Marinha Grande.

A história de Arménio começa a 22 de Fevereiro de 1947, ainda que o cartão de cidadão só lhe reconheça identidade a partir de 15 de Maio. O registo das crianças, feito sem pressas, era bastante comum naqueles tempos.

Arménio foi o mais novo dos quatro filhos de um casal humilde, que habitava na única casa daquele lugar da Portela, na Marinha Grande. “Uma casinha de madeira”, salienta Arménio Rodrigues.

Do pai, que morreu quando tinha apenas quatro anos, Arménio não guarda memória, a não ser a da última despedida.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO