Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Fátima pode ser âncora para a promoção de Portugal no mundo
Foto: DR

Economia

18 Março 2017

Fátima pode ser âncora para a promoção de Portugal no mundo

Secretária de Estado apela para o trabalho em conjunto.

"Um trabalho em conjunto, em cooperação, sem preconceitos entre a religião e a espiritualidade e o interesse económico" poderá servir para aproveitar a âncora de Fátima na promoção de Portugal.

As palavras são da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, que apelou a todos para que sejam deitados abaixo "os preconceitos e as capelinhas que ainda existem", uma vez que se trata de "uma actividade económica com retorno para o país".

Durante o 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso, que decorreu na semana passada em Fátima, a governante salientou que “o interesse comum é aproveitar a ‘âncora' Fátima, que em 2017 é tão importante por dois acontecimentos históricos - o centenário das aparições e a vinda do Papa - para promover Portugal como destino de caminhos e de encontros de soluções de diálogo e de paz".

"Temos grandes desafios pela frente, que exigem coordenação e trabalho articulado", sublinhou Ana Mendes Godinho, exemplificando com o projecto que o Governo espera lançar este ano, de dinamização e promoção dos Caminhos de Fátima. Por isso, a Portugal interessa "promover Fátima como destino ao longo do ano e DR não só em dias-chave".

"O centenário das aparições é, assim, um pretexto que estamos a usar o máximo que podemos para mostrar Portugal", acrescentou.

O presidente da Associação Empresarial de Ourém (ACISO), Domingos Neves, garantiu que Fátima está hoje "estruturada para receber grandes peregrinações" e que este ano “é esperado que as dormidas atinjam o número recorde de um milhão de noites”.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

Elisabete Cruz
Redacção Elisabete Cruz elisabete.cruz@jornaldeleiria.pt






Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador