Economia

Consórcio investe 2,5 milhões em fábrica de alimentos funcionais

23 nov 2018 00:00

Alitec deverá ser inaugurada em breve em Valado dos Frades. Tem capacidade para transformar até três milhões de quilos por ano

consorcio-investe-25-milhoes-em-fabrica-de-alimentos-funcionais-9512
Raquel de Sousa Silva

Três organizações de produtores do Oeste investiram 2,5 milhões de euros num nova fábrica de produtos funcionais com a Maçã de Alcobaça como principal matéria-prima.

Campotec (Torres Vedras), que lidera o consórcio, Frutalvor (Caldas da Rainha) e Narcfrutas (Alcobaça) juntaram-se e edificaram em Valado dos Frades a Alitec – Alimentos Tecnológicos, que está pronta e deverá ser inaugurada em breve.

A unidade vai produzir alimentos “mais cómodos e fáceis de consumir”, a partir da maçã ou de sub-produtos, como a casca ou as sementes, “sem adição de substâncias químicas”, disse Jorge Soares, presidente da Associação de Produtores de Maçã de Alcobaça num debate inserido na iniciativa Portugal Exportador, e citado pela Hipersuper.

Ao JORNAL DE LEIRIA, o também presidente do Conselho de Administração da Alitec explicou que se trata de um projecto que “permitirá escoar a chamada fruta feia, que não se vende. Terá como foco a maçã, mas também outras frutas e legumes servirão de base aos produtos”.

“O projecto insere-se na lógica da economia circular. Toda a produção da Maçã de Alcobaça passa a ter destino, não haverá desperdício alimentar”, aponta o dirigente.

“Até agora ainda se vendia maçã para indústria de baixo valor, mas o que queremos é criar produtos de valor acrescentado”,

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.