Sociedade

Alvados, a aldeia onde os turistas são quase tantos como os habitantes

17 mai 2019 00:00

Com pouco mais de 400 habitantes, Alvados dispõe de quase 200 camas turísticas, o que representa quase metade da capacidade do concelho.

alvados-a-aldeia-onde-os-turistas-sao-quase-tantos-como-os-habitantes-10293
Maria Anabela Silva

Foi a tranquilidade e a envolvência natural de Alvados, ladeada pelo seu 'vale encantado', que conquistaram Rui e Rita Anastácio e que os levou a comprar uma casa devoluta na povoação. A ideia inicial era recuperá-la para habitação, mas ainda antes do início das obras o casal mudou os planos e avançou com um projecto turístico.

Foi assim que, em 2004, abriu portas a Casa dos Matos, a primeira unidade de alojamento de Alvados. Quinze anos volvidos, esta aldeia de Porto de Mós, que tem pouco mais de 400 habitantes, dispõe de quase 200 camas turísticas, às quais acresce a Quinta da Escola, que funciona muito com colónia de férias e que pode acolher cerca de 80 pessoas.

De acordo com os dados disponíveis no portal do registo nacional de turismo (https://rnt.turismodeportugal.pt), do Turismo de Portugal, Alvados tem capacidade para alojar 256 pessoas nas várias modalidades (alojamento local, Quinta da Escola e empreendimentos turísticos, onde se inclui o hotel Cooking and Nature – Emotional Hotel, a Pousada da Juventude e três casas de campo).

Aquele valor representa 43% da capacidade de alojamento de todo o concelho de Porto de Mós, que, segundo aquele portal, tem oferta turística para perto de 600 hóspedes. Só em 2017, e de acordo com dados recolhidos pela União de Freguesias de Alcaria e Alvados junto das várias unidades da terra, foram registadas cerca de 30 mil dormidas, a maioria das quais em Alvados.

 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO