Estrume a céu aberto há mais de um mês junto aos campos de ténis de Leiria

Sociedade

12 Outubro 2018

Estrume a céu aberto há mais de um mês junto aos campos de ténis de Leiria

Moradores da zona de São Romão queixam-se dos maus cheiros e da proliferação de moscas.

Há mais de um mês que existe estrume a céu aberto depositado num terreno junto ao Clube de Ténis de Leiria, provocando maus cheiros e a proliferação de moscas. A situação tem motivado queixas de moradores na zona de São Romão.

Segundo a PSP, “entre o dia 7 de Setembro e até à presente data”, foram efectuadas no local “diversas descargas de efluentes”, concretamente de “estrume de galinha”.

A polícia adianta que o proprietário do terreno “já se encontra devidamente identificado”, mas que decorrem ainda diligências para apurar “a origem do efluente e o responsável pela descarga”.

Aquela força de segurança informa também que “foi elaborado auto de notícia, remetido para as autoridades competentes”, e que “continua a desenvolver diligências no sentido de reunir matéria indiciária para aplicação de contra-ordenações”, bem como “o apuramento de eventuais responsáveis”.

Por seu lado, a Câmara de Leiria refere que os seus “serviços de ambiente têm recepcionado várias queixas relativas ao espalhamento de efluentes pecuários, mas não tiveram conhecimento da queixa em causa”.

Contudo, após a primeira descarga, a vereadora do Ambiente havia confirmado ao JORNAL DE LEIRIA que a autarquia tinha conhecimento da situação e que havia reencaminhado o assunto para a PSP.

“De facto, formos informados inicialmente, mas não tivemos conhecimento da última descarga”, esclarece Ana Esperança, que reconhece tratar-se de uma questão de “saúde pública, que deveria ser resolvida de forma mais célere”.

“A Câmara Municipal tem o dever de informar as autoridades competentes em razão da matéria, nomeadamente a GNR - SEPNA e/ou a PSP - BRIPA, em função da área territorial em causa”.

© Jorlis - Todos os direitos reservados