Em Ferraria de São João, já se vê o resultado da criação da zona de protecção contra fogo Em Ferraria de São João, já se vê o resultado da criação da zona de protecção contra fogo Em Ferraria de São João, já se vê o resultado da criação da zona de protecção contra fogo

Galeria

22 Novembro 2017

Em Ferraria de São João, já se vê o resultado da criação da zona de protecção contra fogo

Após o fogo que, em Junho, teve início em Pedrógão Grande e deixou um rasto de destruição e morte nos concelhos do norte do distrito, esta aldeia resolveu tomar o destino em mãos e proteger-se.

Clique na fotografia acima para ver a fotogaleria

Uma semana após o incêndio que tirou a vida a 64 pessoas, no chamado Pinhal Interior Norte, a Associação de Moradores de Ferraria de São João, uma aldeia na fronteira entre os concelhos de Penela e Figueiró dos Vinhos, resolveu acabar com o risco de ter eucaliptos num perímetro de 100 metros em torno da localidade e criar uma Zona de Protecção da Aldeia (ZPA), antecipando-se a qualquer plano oficial, que, até hoje, tarda em chegar.

Os eucaliptos e árvores carbonizadas foram arrancados e iniciaram-se os trabalhos para reflorestar a zona com espécies autóctones – sobreiros, carvalhos, castanheiros cerejeiras, nogueiras, azevinho e medronheiro -, resistentes ao fogo e capazes de garantir um rendimento económico alternativo.

O eco da ideia chegou a todo o País e muitos foram os que ofereceram árvores e o seu trabalho para ajudar Ferraria de São João a ser uma aldeia mais segura e resistente aos fogos.
 

Nos dias 11 e 12 de Novembro, a aldeia acolheu uma acção de voluntariado para ajudar à criação da ZPA (Zona de Protecção da Aldeia). Ao todo, passaram por lá mais de 200 voluntários, que ajudaram a preparar os terrenos para as chuvas e plantaram árvores.
 
Nesta fotogaleria, já se conseguem ver os primeiros resultados da limpeza do terreno, a plantação de novas árvores, os voluntários e algumas das pessoas ue adoptaram árvores autóctones.

 

Jacinto Silva Duro
Redacção Jacinto Silva Duro jacinto.duro@jornaldeleiria.pt
© Jorlis - Todos os direitos reservados