“Está na hora” de se vacinar contra o vírus da gripe

Sociedade

10 Novembro 2017

“Está na hora” de se vacinar contra o vírus da gripe

No distrito de Leiria, a procura pela vacina diminuiu em 18,2%

As elevadas temperaturas registadas no mês passado levaram a que muitos não pensassem no vírus da gripe. Apesar de ser recomendada desde o dia 1 de Outubro, a procura da vacina tem sido mais calma este ano relativamente ao ano passado. “Em 2016, por esta altura, houve uma grande corrida à vacina e no final de Novembro estávamos em ruptura. Este ano isso não aconteceu, no entanto, a procura tem sido progressiva, normal”, afirma ao JORNAL DE LEIRIA Ana Silva, responsável pelo grupo de vacinação do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Pinhal Litoral.

A médica adianta ainda que, desde Outubro e até ao momento, não foram registados casos de gripes em Portugal. “O quadro da síndrome gripal pode aparecer com o vírus da gripe ou outros”, esclarece. Contudo, a médica alerta que “está na hora” de a vacina ser administrada, para que esta tenha efeito em tempo útil. “De um momento para o outro pode surgir um surto” e as pessoas têm de estar “protegidas a tempo”, acrescenta Ana Silva.

Segundo dados enviados ao JORNAL DE LEIRIA, de 2016 para 2017, a Associação Nacional de Farmácias registou um decréscimo de 18,2% do número de vacinas administradas no mês de Outubro, no distrito de Leiria. No ano passado foram dispensadas 12.173 vacinas, contra as 9.961 registadas este ano. Já a nível nacional, a diminuição foi de 12,4%: 351.225 em 2016 para as 307.750 deste ano. Em declarações à TSF, Graça Freitas, directora-geral da Saúde interina, frisa que “as pessoas estão ainda em 'modo de Verão'”.

 [LER_MAIS] De acordo com o barómetro da época gripal elaborado pelo CEFAR – Centro de Estudos e Avaliação em Saúde, da Associação Nacional de Farmácias, entre Outubro de 2016 e Março de 2017, as farmácias dispensaram 556.8823 vacinas contra o vírus da gripe.

Segundo a revista Saúda, “os utentes que queiram vacinar-se nas farmácias passarão a constar automaticamente do registo centralizado de vacinas EVacinas e terão acesso ao cartão electrónico da Saúde, através da aplicação MySNS Carteira”. Esta Carteira Electrónica de Saúde possibilita aos utentes a consulta do boletim de vacinas em qualquer momento, através do telemóvel.

A vacina da gripe é gratuita para pessoas a partir dos 65 anos e para utentes com determinadas patologias. Contudo, a recomendação da Direcção-Geral de Saúde estendese a outros grupos populacionais. “Dentro dos grupos para os quais a vacina não é gratuita mas é fortemente recomendada, destacaria as grávidas, que podem ter uma forma grave de gripe”, alertou Graça Freitas.

© Jorlis - Todos os direitos reservados