Um dia ainda temos de abrir um restaurante. E abriram mesmo

Gente & Lustre

11 Novembro 2016

Um dia ainda temos de abrir um restaurante. E abriram mesmo

Inaugurado em Leiria, o Bold combina gastronomia do mundo e um ambiente tranquilo.

Bold não é apenas aquele efeito útil para destacar palavras nos processadores de texto, também conhecido por negrito. Em inglês, usa-se para falar de indivíduos, actos e projectos arrojados.

Precisamente o adjectivo que Paulo Faustino e Regina Santana querem associar ao restaurante com o mesmo nome, em Leiria. No Bold, o CEO e a CFO da agência Get Digital, que estiveram na organização da Think Conference, em Junho, prometem inovar com "o melhor da gastronomia mundial, um espaço único, ementa diversificada e atendimento personalizado"

Tudo isto em localização central: Avenida Combatentes da Grande Guerra, 75.

A inauguração aconteceu domingo, dia 6. E há muito a destacar na carta com que os chefs Leadny Zaidi e Rita Mineiro vão trabalhar (ela traz a experiência adquirida em Londres, num dos restaurantes geridos pelo mundialmente famoso Jamie Oliver).

Nas entradas, sobressai o carpaccio de novilho com rúcula, lascas de parmesão e alcaparras (8 euros), nas saladas os espargos cítricos com couve roxa, cebola, aipo, maçã, cenoura e sementes de chita (6 euros), nos hambúrgueres o novilho com cebola caramelizada, queijo cheddar, bacon crocante, ovo estrelado, alface e molho barbecue (11 euros), nos risottos e pastas o linguine com vieiras, alho francês, malagueta, cogumelos e pesto fresco (15,50  euros), nos peixes o filet de robalo em crosta de ervas com batatas e legumes (10,50 euros) e nas carnes o bife da vazia com molho de mostarda e tomilho, batata frita e salada (11,50 euros).

Falta a sobremesa, não é? O melhor para o fim: pavlova de frutos vermelhos (4,50 euros), tarte merengada de limão com gelado de lima e mangericão (4 euros) ou apple crumble com caramelo salgado e gelado de baunilha (3 euros), entre outras opções. Contas feitas, vinhos e cafés, esperem pagar 20 a 30 euros por pessoa, em média.

Fora da ementa, nos dias úteis, ao almoço, há diárias por 9 euros, que incluem sopa, prato, bebida e café. No primeiro momento a sério do Bold, segunda-feira, 7, a sugestão passava por arroz de polvo ou canelones de bolonhesa com legumes. 

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

© Jorlis - Todos os direitos reservados